Piadas – Truculência

Havia uma fila enorme esperando o bar abrir. O primeiro da fila era um cara fortão.

Um anãozinho chega e passa na frente de todo mundo, inclusive do fortão.

O cara enfia um murro na cara do anãozinho que cai e levanta e se dirige novamente para a porta.

O grandão agarra o anão pelo pescoço e o joga para longe.

O baixinho se esborracha no chão, levanta, limpa a roupa, tira um molho de chaves e diz:

– Vocês que se danem. Hoje eu não abro esse bar!