Piadas – O apostador

Numa pequena cidade, um homem alto, forte, bonito e bem vestido, fazia todos os dias suas refeições nos melhores restaurantes e dormia nos melhores hotéis. Demonstrava ser um cara muito rico. Todos desconfiavam de seu tipo de vida.
A coisa foi tão longe que chegou aos ouvidos do Delegado. Ele então, o chamou para uma pequena conversa:
– Dizem que você é rico e que vive nos melhores hotéis, restaurantes, sempre bem vestido. Afinal, de onde vem tanto dinheiro?
O cara respondeu:

– Seu delegado, eu vivo de apostas e geralmente ganho.

– Isso é impossível. Uma hora você tem que perder.

– Vamos fazer um teste?
O Delegado topou em fazer uma aposta.

– Seu Delegado. Vamos apostar R$ 500,00 como eu mordo meu olho direito?

– Tá apostado!
Ele tirou o olho de vidro e mordeu.
O Delegado ficou puto da cara.
Seu Delegado. Vamos apostar mais R$ 500,00 como eu mordo o meu outro olho?
(O delegado pensou: um é de vidro e outro não pode ser).

– Apostado!
O cara tirou a dentadura e mordeu o outro olho.
O Delegado ficou mais puto ainda.
Então o cara falou assim para o Delegado:

– Seu Delegado. Eu aposto R$ 1.000,00 como o Senhor tem hemorróida.
(o delegado pensou: eu não tenho hemorróida, ele vai perder desta vez).

– O Delegado respondeu:

– Tá apostado!

Então, os dois foram para trás da delegacia, o Delegado tirou a calça e o cara enfiou o dedo no rabo do Delegado, rodando de um lado para o outro e afirmou:

– É! O Senhor realmente não tem hemorróidas!
O Delegado respondeu:

– Então como você vive de apostas? Acabou de perder uma.
O cara respondeu:

– Seu Delegado. O senhor está vendo este condomínio ali do lado?

– Estou sim, e daí?

– Pois é! Apostei com todo mundo daquele prédio, que enfiaria o dedo no cu do Delegado!